segunda-feira, 18 de março de 2019

SOMOS FEITOS DE INSTANTES

Ontem que me dei conta do tempo que não venho aqui fazer uma 
postagem;
a inspiração anda adormecida!
Mas, sei que somos mesmo assim; feitos de instantes.
 Alguns instantes, são belos, outros, nem tanto!
Alguns, são alegres, outros tristes, alguns, uma eterna confusão!
Mas, são esses instantes, que somados, escrevem nossa história e nos faz ser únicos.
São nos instantes, que construimos nossa personalidade, moldamos nosso caráter, amadurecemos e adquirimos sabedoria.
Em um segundo, podemos ver algo que jamais esqueceremos, ou sentir algo que não havíamos sentido antes.

 Em um pequeno momento, podemos mergulhar dentro de nós e nos conhecer um pouco mais.
Podemos, rir, chorar, ler, amar, correr, cantar, abraçar, rezar, perdoar, arrepender,dançar...ainda que  seja  só por um instante; é isto que fará de nós, a pessoa que somos.
É assim que se faz histórias; com pequenos e breves instantes.

 

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

FALTA DE INSPIRAÇÂO

Tenho andado estranha ultimamente, já tentei escrever várias vezes aqui, mas nada flui. Ando meio vazia, muda de letras e palavras.
Justo eu, que quando começo a escrever vou longe. As palavras brotam na minha mente com uma rapidez que os dedos nem conseguem acompanhar.
Nos últimos meses porém, não tem sido assim.
Só consegui escrever no natal (no post para meu Lucas). 
Nem mesmo no caderno, que quando começo a escrever, mais parece que estou escrevendo um livro, estes tempos nada!! Nem uma linha sequer!
Será que estou perdendo o jeito, o dom!!??
Me faz falta escrever, pois me ajuda a esvaziar um pouco a mente, e me enche a alma... 
Me alivia o coração,  faz me conhecer um pouco mais  de mim, me ajuda a desatar um pouco dos nós que a vida traz.
Me faz mergulhar no emaranhado  de pensamentos que povoam minha mente. Me ajuda a refletir.

Não estou gostando  do silêncio dos meus pensamentos, que embora briguem e gritem dentro de mim, não fluem até meus dedos que teimam em continuar ali, quietos, embora trêmulos, sem saber o que escrever. 
Talvez tenha esgotado o estoque de palavras e eu não tinha em reserva, ou quem sabe foi cortado o fio que une pensamentos e escrita, e assim as mãos não tem como obedecer o comando.
Só sei que não estou gostando de ter, um coração que deseja escrever, uma mente que transborda pensamentos mas não consegui colocar pra fora as emoções em forma de letras que se transformam em palavras, e  palavras que contam minha história.
 Falta-me inspiração...

terça-feira, 25 de dezembro de 2018

...HÁ ALGUNS ANOS VOCÊ CHEGOU DE PRESENTE

...e a natal nunca mais foi sem graça!
Você veio para trazer alegria, força, amizade, cumplicidade, para mim e para o Diêgo.
Nossa vida ficou colorida, com seu sorriso largo e fácil.
Seu jeito sempre engraçado, sempre otimista, cheio de certezas, de esperança, de fé.
Sempre arranca risos de mim e do Diêgo, mesmo nas piores situações...
Claro que você não é perfeito (embora quando criança, dizia que era perfeito da cabeça aos pés, pois era criado por Deus).
Tem uma personalidade forte, mas é gentil, inteligente, de coração puro, amoroso...

Meu anjo, amigo, confidente, incrivelmente cheio de Fé, que me manteve de pé nesses anos tão duros e tristes...
Nada disso te tirou a doçura e sua alegria de viver.
Te devo tanto!!!
Nunca esquecerei as vezes que me abraça, enxuga minhas lágrimas, segura minha mão para eu dormir...
Das longas horas de conversas, por me segurar, quando eu não conseguia andar direito sozinha...
Por ser iluminado pelo Espírito Santo de Deus, por ser meu caminho, quando estou perdida...

Amor da minha vida inteira, nunca escreverei tudo que você é para mim!

Te desejo o melhor da vida!
Que você continue forte, cheio de fé, de esperança, de bondade.
Que Deus te presentei com prosperidade, amor verdadeiro, amizade sincera e tudo de melhor que possa existir.

Obrigada, por ser quem você é!
Te amo, te amo, te amo INFINITAMENTE!

domingo, 9 de dezembro de 2018

DElICADEZAS

Sabe, Deus trabalha de forma surpreendente em nossas vidas.
Ele sempre dá  um jeitinho de amenizar os problemas que enfrentamos. As vezes alguém manda uma mensagem inesperada, uma visita surpresa que nos dá momentos de alegria, um abraço apertado dos filhos, a voz amorosa da irmã em uma ligação...
Um elogio sincero, como o que recebi outro dia... uma roseira que resolve florir depois de tempos sem dar uma florzinha sequer.
Alguém que te arranca uma gargalhada  há tempos presa na garganta...
Alguém que faz lágrimas  descerem sem pudor, dos olhos cheios de emoção, ao ouvir o quanto a gente é importante para ela...
Alguém, que de longe, te manda carinho pelo correio...
Pois sim! Minha vida tem dessas coisas!
E, acreditem se quiser, tenho uma amiga mais que querida e abençoada, que nunca vi, nunca abracei, não sei seu cheiro, sua cor preferida, mas sei que quer muito bem a mim e meus filhos.
Aliás, foi ela que me encorajou a fazer o blog.
Já nem sei bem a quanto tempo a conheço. Visitava o blog dela sempre, então nasceu uma amizade mais que virtual e sincera.
Já trocamos cartas, ligações carinhosas, já recebi livros, revistas, lembrancinhas delicadas pelo correio... Sei que ela sempre faz orações por mim e meus filhos e torce por nós.
Me dá uma força tremenda,  todas essas coisas.
Então, ontem, mais uma vez me surpreende com uma caixa que chega pelo correio cheia de coisas lindas para alegrar minha casa "nova".
Nem preciso dizer que chorei. Sou assim, se chorar desidratasse, já  seria um pergaminho. Rsrs.
A caixa, não trouxe apenas lembrancinhas, trouxe afeto, delicadeza e  a certeza que não precisamos estar perto para ser queridos.
Ela está sempre em meu coração e minhas orações, e eu nas dela.

Alda querida, obrigada por deixar minha vida e minha casa mais colorida.

Obrigada por seu carinho!

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

RINDO OU NÃO

Quando digo que certas coisas só acontecem comigo, não estou brincando.
Tenho procurado emprego, alguma coisa para fazer para ajudar em casa, mas nada deu certo até hoje. Já não tenho mais onde procurar.
Desde que me separei , tenho sentido muita vontade de pedir o divórcio, mas ainda não fiz pelos motivos que já mencionei aqui. Preciso de tratamento, e sou dependente do plano de saúde da empresa que ele trabalha. Alias, trabalhava.
Ontem, recebi a notícia que ele foi demitido.
Então, mais uma vez a vida me dá uma rasteira.
Não pedi o divorcio para não perder, mas  perdi mesmo assim. Agora, nem divórcio, nem plano de saúde.
Agora enlouqueço de vez. Ou não!
No posto de saúde do bairro, só tem enfermeira, nada de médico... 
Não sei se rio ou choro.
Até quando? Não sei. 

Se não enlouquecer, ficarei mais forte.